Captura de Tela 2021-02-04 às 10.39.43.

Quatro etapas para LGPD

Roselaine Araujo
Jornalista da Brasiliano INTERISK - raraujo@brasiliano.com.br

Janeiro | 2021

Software INTERISK é a solução para adequar sua empresa às exigências da LGPD. Descubra as etapas para iniciar com eficácia esse processo.

 

Diante da quarta revolução industrial e do mundo digital cada vez mais conectado, os dados armazenados nas inúmeras redes que nos cercam são tão valiosos que podem ser considerados os novos petróleos. Para garantir mais segurança e transparência a esse imenso volume de informações pessoais coletadas, empresas públicas e privadas devem cumprir a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD – nº 13.709/2018), que entrou em vigor no dia 18 de setembro de 2020.  

A LGPD traz regras claras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados da pessoa física. Por isso, todas as empresas precisam adequar estruturas, procedimentos, políticas de segurança da informação e, principalmente aprimorar a cultura dos seus gestores e colaboradores frente ao tratamento de dados sejam eles eletrônicos ou físicos.

Desafiador? Bastante, especialmente para o mercado nacional no qual vários segmentos ainda carece de processos definidos. Em agosto de 2018, foi estabelecido um prazo legal para que a lei entrasse em vigor dentro de 24 meses. Passado esse período, quem descumprir a lei, pode pagar multa de até 2% da receita ou R$ 50 milhões de reais por evento, além da suspensão do banco de dados e de suas operações. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), responsável em supervisionar e fiscalizar a execução da lei no Brasil, intensificou seus trabalhos com o objetivo de tornar as organizações brasileiras mais responsáveis, seguindo o modelo de Regulamento Geral sobre Proteção de Dados da União Europeia.

Para cumprir às determinações legais, diversas companhias buscam por soluções tecnológicas e consultorias especializadas. A Brasiliano INTERISK oferece não somente um software que facilita todo o processo de adequação à lei, mas também uma ampla consultoria especializada no assunto.

 

Antonio Celso Ribeiro Brasiliano, Presidente da Brasiliano INTERISK, conta que o primeiro passo das empresas deve ser identificar informações e procedimentos.

 

“De imediato, nós da Brasiliano INTERISK, vamos fazer uma série de entrevistas com os gestores a fim de construir um inventário sobre dados, processos e sistemas. Para isso ocorrer, o gestor ou facilitador precisa conhecer a definição dos dados. Existem os pessoais, como nome, RG, CPF, telefone, entre outros relativos à pessoa física e os dados pessoais sensíveis, isto é, aqueles que podem gerar discriminação no uso, como origem racial, convicção religiosa, opinião política e até mesmo estado de saúde. Há também o dado anonimizado, que são informações do cidadão que não pode ser identificado, como pesquisas estatísticas, relatórios de vendas e outros documentos nos quais revelam-se conhecimentos sem nomear o titular. Para cumprir os requisitos exigidos pela LGPD, é preciso filtrar todas essas informações com cuidado para só depois desenhar o Ciclo dos Dados, composto pelas seguintes etapas: coletar, usar, armazenar, transferir e excluir”, detalha Brasiliano.

LGPD: Conheça o Ciclo dos Dados

Entenda melhor quem são os principais atores e as etapas que compõem o Ciclos dos Dados:

Quais são os principais atores da LGPD?

Quais são os principais atores da LGPD?

Etapas do Processo LGPD

Etapas do Processo LGPD

Sandra Alves, diretora de relacionamento da Brasiliano INTERISK, explica os desafios da exigência legal para o mundo corporativo. “A LGPD é um marco importante para privacidade de dados no Brasil, afetando diversos setores, serviços e todos os cidadãos. No entanto, é um tema novo nas organizações. Por isso, reforçamos pontos e esclarecemos dúvidas por meio de palestras que acontecem no início e durante o projeto, visando a devida sensibilização e todos os alinhamentos técnicos. Infelizmente diversas empresas não têm o processo mapeado, imaginem os dados pessoais. Por essa razão, construímos juntos aos nossos clientes tais análises”.

Sandra ressalta outros benefícios do software INTERISK.  “Nosso sistema permite realizar autoavaliação para nível de maturidade em relação à LGPD, considerando os requisitos que constam na lei 13.709 e também na ISO 27.701. Tudo isso é feito por meio de um questionário amplo e o gráfico radar.  O módulo oferece ainda a possibilidade de executar com precisão o inventário, envolvendo todo ciclo de vida no tratamento do dado pessoal”, conclui.

Saiba como funciona as etapas dentro do Software INTERISK:

1ª etapa

Etapas do Processo LGPD
Etapas do Processo LGPD

2ª etapa

Etapas do Processo LGPD

3ª etapa

Etapas do Processo LGPD
Etapas do Processo LGPD

4ª etapa

Etapas do Processo LGPD